Pular para o conteúdo

As vozes das Marias

25/07/2017

Texto realizado a partir do acompanhamento crítico de Vanessa Rodrigues na Residência LABMIS 2016.

 

Desde 2014, a fotógrafa Vanessa Rodrigues convive com as Marias, visitando seus cotidianos, suas histórias, seus sonhos. Tais Marias são 13 mulheres com mais de 60 anos que vivem em cortiços localizados em antigos casarões no centro da cidade de Santos. Mas também poderiam ser muitas outras. Atrás daquelas portas e janelas de residências construídas durante o ciclo áureo do café no final do século XIX e começo do século XX, há vozes com quem poucos conversam.

As trocas afetivas entre Vanessa e as Marias foram registradas em fotografias. No final de 2015, durante a primeira etapa de exibição do projeto, as imagens produzidas ganharam a forma de intervenção urbana, através de lambe-lambes colados nas próprias fachadas dos casarões em que essas senhoras vivem. Já em 2016, na residência LABMIS, Vanessa pesquisou sobre as possibilidades de interação entre imagens e sons e sobre a espacialização deste projeto. Questionou-se sobre as diferenças e semelhanças que poderiam emergir entre um trabalho realizado na rua e sua instalação no espaço expositivo do MIS.

As marcas, vestígios e resquícios emergentes da documentação produzida pela fotógrafa passaram, então, a ser observados por meio de outra perspectiva. O que pode ser chamado de real agora é lido por outro viés, que considera a experimentação artística como forma de propiciar diálogos com o público. Não estamos mais perante os casarões de Santos, mas seus detalhes, seus fragmentos, suas falas formalizam uma narrativa poética. A instalação trezeMARIAS foi construída pensando-se em espaços de troca, numa possibilidade de continuar aquelas conversas que Vanessa estabeleceu com as mulheres que vivem nos cortiços.

Vanessa gravou depoimentos das Marias, evidenciando suas individualidades por meio de relatos de experiências particulares e pessoais. Para a instalação, as falas foram editadas, potencializando e aglutinando os desejos e histórias dessas mulheres pela afirmação do feminino e pela luta por moradia. As vozes são múltiplas: não é uma Maria específica, são diversas. Uma paisagem sonora na entrada do espaço expositivo também relata o relacionamento de Vanessa com as Marias. São elementos que buscam convidar a aproximação com aquele lugar que foi o ponto de partida do trabalho e que o visitante observa nas imagens.

Em geral, em instalações audiovisuais costuma-se dar atenção primeiro às imagens e os sons emergem como um complemento. Neste texto, escrevi primeiro sobre a perspectiva sonora, considerando a importância da elaboração de Vanessa sobre essa questão ao inverter os sentidos de acesso ao seu trabalho. As imagens projetadas na instalação trezeMARIAS são divididas em duas telas, que apresentam pontos de vista do interior e do exterior dos casarões. Porém, a seleção foi baseada numa experiência intimista que privilegia fotografias de detalhes e fragmentos, criando diferentes aproximações com as Marias. Se por um lado, a instalação procura fugir da espetacularização da imagem, por outro,ressalta a presença destas mulheres por meio de suas vozes.

trezeMARIAS busca, então, abrir as portas e janelas daqueles antigos casarões. Porém, trata-se de um dar a ver subjetivo, um espiar pelas beiradas, que não procura fechar-se em uma única experiência. Pode-se observar que a instalação apresenta diferentes perspectivas para refletir sobre os vestígios da memória. A memória destas senhoras aqui apresentadas, de seus corpos, dos quartos onde vivem, dos objetos que estão lá. A memória das paredes, das casas, da cidade, seu patrimônio arquitetônico, visual e cultural. A memória processual do próprio trabalho de Vanessa. E, por fim, as sobreposições de todas essas camadas junto a memória do público que visita a instalação.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: